4 de junho de 2008

POSITIVE LIST

1. A profissão veterinária tem, na Europa, uma história única no domínio da avaliação do ensino Universitário: um sistema de avaliação dos Estabelecimentos de Ensino de Medicina Veterinária, decorrente da aplicação das “velhinhas” Directivas 78/1026/EEC, de 18 de Dezembro (reconhecimento mútuo da formação veterinária) e 78/1027/EEC, de 18 de Dezembro (nível mínimo de qualificação e de requisitos de formação).

2. Esse sistema, ao tempo administrado pelo Comité Consultivo para a Formação Veterinária (ACVT - Advisory Committee on Veterinary Training), a funcionar na Comissão Europeia, foi transferido para duas instituições da Medicina Veterinária: A Federação dos Veterinários da Europa (FVE) e a Associação Europeia dos Estabelecimentos de Ensino de Medicina Veterinária (EAEVE).

O “Joint Education Committee” (JEC), que reúne membros das duas instituições é o responsável pela gestão do sistema de avaliação dos estabelecimentos de ensino da Medicina Veterinária e consequentemente está na origem da “Lista de Faculdades visitadas e aprovadas” (Positive List) que, como se depreende, resulta da intervenção dos dois sectores da Medicina Veterinária: Académico e Profissional.

Primeira grande questão: É o JEC e não a EAEVE que avalia os estabelecimentos ou seja, é no mínimo uma imprecisão dizer que a Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa foi avaliada pela EAEVE, para não dizer uma subtileza que pretende diminuir o papel do sector Profissional no sistema de avaliação, pois não acredito que seja por ignorância.

3. Sucede porém, que sendo a avaliação suportada financeiramente pelo Estabelecimento que a requereu, o mesmo se torna, automaticamente, “dono” dessa avaliação. Ora, com base neste princípio, a EAEVE recusa-se a tornar pública a lista de estabelecimentos visitados e avaliados positivamente (pelo menos esses), ao contrário do que tem sido a posição da FVE que defende a sua publicitação.

Se dúvidas houvesse, bastaria consultar o site da EAEVE, para perceber que o acesso à célebre positive list se encontra na área reservada (ver figura em anexo) e por isso longe dos olhares de “gente ignorante incapaz de interpretar cabalmente o alcance dessa lista”.

Se em matéria de transparência está tudo dito, ainda por cima vinda dos “Homens da Ciência”, acresce ainda que no caso da avaliação ser positiva, são essas Escolas que, na primeira ocasião, tornam pública a avaliação e a inclusão da respectiva Faculdade na positive list… simplesmente porque a referência lhes é favorável.

4. Levou-me a curiosidade a tentar ir mais longe, chegando à newsletter, da FVE, de Junho de 2007 de onde se extraiu a lista anexa: Lisboa (Universidade Técnica) na lista “em avaliação” e as restantes (a Lusófona ainda não era conhecida) na lista de “não avaliadas/avaliação negativa” (pelo menos Vila Real e Porto já tinham sido visitadas).
Desconhecendo qual o resultado final da avaliação de Lisboa (Universidade Técnica), sempre direi que, em nenhuma das newsletter da FVE subsequentes à publicação daquela lista, foi publicitada a sua entrada na positive list.

Sucede ainda que no site da Federação, aqui mesmo, para ser preciso, se verifica que os Estabelecimentos de Ensino de Medicina Veterinária por essa Europa se encontram referenciados a cores diferentes, ainda que imperceptível para daltónicos: verde para os aprovados e laranja para os outros… isto fazendo fé no código-fonte daquela página em que a insuspeita designação class=”approved” é atribuída exactamente aos estabelecimentos a verde.

Segunda grande questão: Todos os elementos disponíveis são consistentes com o facto de três Faculdades, em Portugal, terem já sido visitadas e nenhuma ter sido incluída na positive list.

E acreditem que não fico nem contente, nem realizado, por chegar a essa conclusão, apenas triste e desanimado, mais com a postura dos responsáveis dos cursos (desviante e enganadora), do que propriamente com o resultado final que, não sendo bom, só poderia ser estímulo para melhorar.

19 comentários:

Anónimo disse...

Caro Clint

As minhas felicitações por procurar esclarecer com rigor os leitores deste blogue.Por mim, estou esclarecida sobre esta matéria.

Já não é a primeira vez que lhe peço desculpa por abordar um assunto diferente ao que nos apresentam.

A matéria que vou abordar pode ser intitulada por " O DR. MENEZES DAS GALINHAS VEIO À CIDADE".

É verdade,o Dr. Menezes (das galinhas) foi visto pelas 13 H à frente do Liceu Camões.Não marchava em passo de ganso mas comparado com o dos cavalos,a trote.Não ia só,mas acompanhado por mais duas individualidades.Quem eram, adivinhem.A trote,marchava uma troika,no meio um ilustre prof. na Faculdade de Veterinária de Lisboa,tendo à direita o Dr. Menezes das galinhas e à esquerda o Sr.Bastonário em exercício.Marchavam alegremente,em grande galhofa, bem dispostos.A fome devia estar a apertar os estômagos,por isso trotavam seguramente para uma mangedoura próxima.

O Dr. Menezes das galinhas, teria finalmente resolvido os problemas pendentes? Se o fez,compreende-se a sua boa disposição.O peso que concerteza lhe vai na consciência,deve ter desaparecido se os assuntos sérios pendentes foram resolvidos.

Obrigada

Tíbia

Jose disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jose disse...

Os Apartes!

Folgo em saber que três andantes se passeavam juntos em Lisboa, junto da Ordem, mas apenas identifica dois, porque provavelmente desconhece o nome do terceiro, suponho!

Para o caso tantoimporta, o que certamente interessa é que essa passeata nada terá a ver com o assunto da lista positiva dos cursos em que não está a FMV.

Quem estará admirado?

Já aqui referi isso mesmo, a propósito de um post do Clint

Anónimo disse...

Caro José

Conheço muito bem o andante que não foi identificado.

O que pretendi destacar foi a vinda à cidade do Menezes das galinhas.Como deve saber,este ilustre senhor,não aparece sistematicamente às Assembleias Gerais.Ouvia-se falar que estaria doente.Ainda bem,pelo menos aparentemente o jovem está de boa saúde,com boa disposição.

Como deve ter reparado,houve uma mensagem que foi eliminada pelos responsáveis deste blogue.O que diria ! Sistematicamente surgem mensagens numa linguagem o mais porco que se possa imaginar, reflectindo a qualidade de um grupo de pessoas que por sinal são simpatizantes da mesma causa e que reagem desta forma.

Hoje, estarei com o elemento da troica que não foi identificado.Naturalmente,vou comentar aquele andamento a trote em frente do Liceu Camões.Estou ansioso pela resposta do digno professor.

Cumprimentos

Tíbia

Clint disse...

Que bem pregas Frei Tomás...

Ouça Tíbia... se quer ser diferente dos que critica, tem obviamente que marcar essa diferença na linguagem que utiliza.

Não pode ter regras para os outros que não cumpre. Quer um ou dois exemplos? Eu dou-lhos (graciosamente)...

1. Já é, pelo menos a segunda vez, que faz comentários completamente a despropósito do conteúdo do post que comenta… não sendo grave, pergunto: não se trata de comportamento semelhante a muitos outros comentadores (mesmo pedindo desculpa) que aqui vêm apenas destilar algumas frustrações e muita ofensa? Se a administração deste blog tivesse critérios rígidos de aceitação de comentários, como é que iria distinguir o seu daqueles outros? Foi você que pediu que introduzisse um sistema de validação dos comentários… explique-me em que é que o seu comentário se distancia daqueles outros que você critica. Se quiser “discutir” o assunto em privado use o endereço de e-mail deste escriba (eutanasia@sapo.pt)

2. Não poderá o conteúdo do seu comentário ser considerado ofensivo (ainda que mais polido que muitos outros), ao cognominar alguém por “o das galinhas”, só porque a sua (dele) área profissional está dedicada à avicultura? Já imaginou quantos cognomes lhe poderia dar a si, destacando esta ou aquela sua característica pessoal?

Por último, e pela enésima vez, volto a explicar-lhe o seguinte: O Conselho de Administração SÓ retira comentários que sejam evidentes mensagens spam ou cavalos de Tróia, isto é mensagens com links maliciosos que podem pôr em risco a integridade dos computadores que se liguem a esses sites. ENTENDIDO?
Até ver (como já aqui disse), não está em vigor nenhum sistema de moderação de mensagens, por isso NÃO foi apagado nenhum comentários, como insinua no seu comentário. MAIS… como poderá não saber informo que o endereço de correio electrónico do administrador deste blog é notificado do conteúdo de TODOS os comentários que aqui são colocados, por isso, terei o maior gosto em remeter-lhe a mensagem relativa ao comentário que diz ter sido apagado, basta que me diga em que post se encontra essa mensagem e qual o endereço onde a quer receber.

Não se preocupe: para cada Tíbia há sempre um Perónio próximo!

Anónimo disse...

Ora bem, a coisa está a aquecer.
Para mim, e para já, gostaria de saber a resposta a 2 perguntas:
- Qual a razão "oficial" para que um elemento que preside a um dos cargos mais importantes da nossa Ordem se exima permanentemente de estar presente ás AGs?
Não será por certo (e agora ficou confirmado pelo "passeio" na Pr. José Fontana), por motivos de saúde.
Explique-se então Dr. Meneses "o das galinhas" (parafraseando a Tíbia e para que não haja confusão com o outro cobarde elemento que incendiou a Ordem e foi-se embora!!)
- Qual a razão por que em 10 meses e meio ainda não agendou a decisão do processo ilegitimamente levantado contra o Colega Ramalho Ribeiro. Terá sido por falta de tempo ou porque está metido numa alhada da qual não sabe como sair???

Tartaruga disse...

Este blog até é interessante, mas seria mais se não abordassem somente aspectos negativos da medicina veterinária. "Lavar roupa suja" num blog não dignifica de maneira nenhuma a nossa profissão. Esforcem-se mais a procurar aspectos positivos e vão ver que, ainda, vale a pena ser médico veterinário. (Nota: embora tivesse posto este comentário aqui, não quer dizer que estou a direccionar-me para esta notícia que é, deveras, interessante!)

Anónimo disse...

Explicações?

Haverá explicações para que os cursos TODOS! não tenham sido colocados na lista positiva?

Certamente que não tem a ver com a qualidade intelectual e/ou conhecimento das matérias pelos docentes, imagino que não será aí a diferença.

Onde está com certeza o busílis é na forma como organizam as coisas e o profissionalismo que põem no acompanhamento dos currículos, as oportunidades que os alunos têm de contactar com a realidade, sobretudo as práticas e a orientação geral, organização e a gestão, pelo que tudo junto dá o resultado que dá.
É triste, mas é o que infelizmente acontece em muitos sectores.

Façam lá a experiência de adaptar um "HACCP" ao ensino e vão ver com descobrem rapidamente onde estão os problemas, depois é só(!) corrigir.

Têm de estar lá docentes a sério( dedicação, organização e contacto com o mundo real), porque qualidade existe, o que não há é espírito de missão.

A maioria é paga pelos nossos impostos, vamos ver se com a avaliação que será feita pela nova Agência, não serão corrigidas as atitudes, caso contrário têm de mudar de vida, porque não há €€€.

Sovet

Anónimo disse...

CARO CLINT

Espero não alterar as regras estabelecidas pelo ilustre Conselho de Administração deste Blogue.

Ontem, tive um dia ocupado,todo o dia em reuniões tendo terminado com uma jantarada que terminou tardíssimo.

Acabo de acordar e não me sinto apta para responder à ilustre Administração.

Embora tenha infrigido as regras, como tinha prometido, falei com o terceiro andante que não identifiquei, que me explicou porque aquela hora trotavam em frente o Liceu Camões.

A missão era nobre e a troica levou a melhor.

Como afirmei,acabo de me levantar, vou tomar uma banho, comprar um jornal e tomar um café.

A matéria que levou a troica trotar, foi levantada e denunciada neste blogue. A matéria era um abuso e uma prepotência e que prejudicava a nossa Classe.

Agora deixo o Conselho de Administração e os curiosos a "babarem-se" enquanto não lhes digo o que levou a troica trotar.

Renovo as minhas desculpas ao mui digno Conselho de Administração, em especial ao Clint que muito estimo mas, darei as minhas explicações para todos morrermos em paz.

Cumprimentos

Tíbia

Anónimo disse...

Por amor de Deus...alguem lhe vá à bufa! Já chega de conversa busto de napoleão.

Anónimo disse...

Claro Clint

Não estou com muito tempo. Antes que alguém me "vá à bufa", sem grandes comentários,contrariando as orientações do Conselho de Administração e não querendo que se "babem" mais, vou dizer o que a troica fez quando foi observado a trotar em frente do Liceu Camões.

Lembram-se deste blogue ter colocado um "post" neste ilustre blogue, alertando para uma situação que determinada Ordem considerava como exclusiva de um dos ramos profissionais que a referida instituição representa.

A troica, tomou a iniciativa de convidar um Prof. da Faculdade de Veterinária para irem à determinada Ordem e debaterem com o Bastonário desta instituição o assunto que os preocupava.

O Bastonário,o anfitrião, recebeu muito bem a troica,percebeu e esteve de acordo que não há áreas exclusivas profissionais, havendo necessidade de se formar bons profissionais para em competição poderem exercer mediante a iniciativa de cada um.Moral da história, a referida Ordem vai rever a situação.

Não é só dizer mal do Bastonário em exercício e eventualmente do Menezes das galinhas, mas há que felicitá-los pela iniciativa. Ainda bem que o das galinhas está melhor de saúde pois seguramente ele vai aparecer na próxima AG.

Espero ter transmitido na sua pureza esta informação que embora fora da ordem redatorial merecia ter o devido destaque.

Caro Clint, mais tarde respondo-lhe à sua intervenção

Com os cumprimentos

Tíbia

Anónimo disse...

Tibia...do c.....

Esta tíbia desfeita...fracturada...remendada...sem eira nem beira...anda a cagar postas de pescada...fala de tudo ...apropria-se...diz que diz e não diz...não diz e diz que diz...ora defende o Konde ora zurze nele...esta é uma falsa tíbia...é uma tíbia do c.......

o bicho donde ela é safa-se só com o perónio....ah....ah....ah....ah...


esta tibia parece o PRIÒN....

malcat@

Anónimo disse...

CARO(a) MALCATA ARROBA

Há uma grande confusão em todo este conflito (da Ordem).

Em princípio,a maioria dos que aderiram à lista do Ramalho Ribeiro, não tinham problemas pessoais com o ZÉ AUGUSTO ou o RESENDE, hoje conhecido por Conde de Abrunhos, o Catequista.Não havia antagonismos pessoais.

O problema transformou-se em questões pessoais após o comportamento que o poder instituído tomou em decapitar os principais opositores não dando oportunidade para dentro de um prazo recomporem as listas, como é hábito nas eleições deste tipo.
Este assunto tem sido abordado por colegas que foram grandes amigos do Zé Augusto e todos são unânimes que deixaram de o ser após do desenrolar do triste filme a que vimos assistindo.

Neste processo, foi a única vez que disse alguma coisa de positivo em relação ao Conde.Embora alguém tenha escrito neste blogue e no concorrente que os causadores desta crise na Ordem se deve essencialmente à parelha Menezes (o dos peixes e o das galinhas),não me esqueço das atitudes que o Conde tomou ao longo deste processo procurando prejudicar pessoalmente colegas.
Portanto, caro Malcata Arroba, não há amizades.

Por favor, não confunda a minha identidade.

Tíbia

PS. Já sabe que vão criar uma reserva de linces no Algarve ?
Devia lutar pela Malcata.

Anónimo disse...

Outra farsa!?

Agora alguém que se intitula tíbia( muito nobre osso de qualquer esqueleto, onde assenta o andamento do proprietário, se fôr escorreito), vem para aqui fantasiar.

Ora vejamos:

O que teve a ver o Conde com a apresentação das listas dos outros?

O que teve o dito a ver com o julgamento que foi feito pela C Eleitoral?

O que foi feito das P Cautelares que apresentaram os excluídos?

O que foi feito da desistência de ambos os antagonistas das acções que tinham a correr nos tribunais?

O que é que o Conde teve a ver com a mudança( legítima) dos apoiantes do RR e do AM, que ocorreu antes de tudo acontecer?

Cara tibia, será que perdi alguma parte do filme onde o mau da fita, foi o tal Zé Augusto ou Resende ou Conde de Abrunhos?

Já agora sobre que assunto trotou a troika( terá sido sobre tíbias) ou sem tibiezas?

Termine lá a conversa tão enigmática que a levou a achar que tinha sido bem sucedida tão variada trupe

Vet@Vet

Anónimo disse...

"ilegitimamente levantado contra o Colega Ramalho Ribeiro"

Colega? Só se for de "aldras",sem carácter, mesquinhos,INCOMPETENTES.

Perguntem aos colegas da antiga EZN

Anónimo disse...

Isto de "aldras",cheira a algum suíno contente ou será um suíno verde.

Anónimo disse...

ALDRA

"ALDRA" é um termo que só pode vir do "suíno contente". Nada de confusões ...

Anónimo disse...

Quem é o suino contente?

Anónimo disse...

Coisa de Suínos?!

Nada de confusões porque são nossos pacientes e normalmente são tratados em conjunto,sejam tristes ou contentes.

Cá por mim o RR nada tem a ver com suínos, nem com o tratamentos que se lhe dirijam, mas também não pode querer tratar os outros como tontos, porque não são.

Certamente lá terá as suas razões para ter feito o que fez( mal), mas não é bonito dizer que os outros foram injustos, porque a própria justificação que deu sobre o significado do verbo poder e dever ficam para a história e não pelas melhores razões.

Já agora, vamos ver se ele ou quem o substituir vai a presentar as listas da mesma forma, para ficar tudo esclarecido, sobre as razões que assistem às partes!

Também se estava impedido, porque tinha um lugar incompatível com poder ser membro da ordem, não devia ter feito de conta que não estava e fazer crer aos seus apoiantes e à Ordem, que estava tudo bem.

Aí esteve também mal e não ficou bem na fotografia até porque se desmascarou.

Vitima, só se for do próprio espírito de que com ele as coisas são diferentes e aí também esteve mal.

Quanto ao resto é um colega como outro quqlquer, não pode é querer um tratamento diferente, isso é que não.

Sovet